Relat贸rio independente publicado nesta segunda-feira (18), que estima que no ano passado a Amaz么nia perdeu 18 谩rvores por segundo

Relat贸rio divulgado nesta segunda-feira, 18, aponta que o desmatamento no Brasil cresceu 20,1% em 2021, atingindo 16,5 mil km虏 em todos os biomas. Em tr锚s anos, o Brasil perdeu uma 谩rea verde pr贸xima 脿 do Estado do Rio de Janeiro. Na Amaz么nia, a estimativa 茅 de que sejam derrubadas 18 谩rvores por segundo. E apenas 27% das 谩reas desmatadas s茫o alvo de alguma fiscaliza莽茫o.

Os dados s茫o do Relat贸rio Anual de Desmatamento no Brasil, do MapBiomas, iniciativa do Observat贸rio do Clima realizada por uma rede de universidades, ONGs e empresas de tecnologia. 鈥淚ndicam que h谩 um problema cr么nico e se agravando em todas as regi玫es do Brasil鈥, diz Tasso Azevedo, coordenador do MapBiomas.

Segundo o estudo, 77% da 谩rea total desmatada ficava em um im贸vel registrado no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural. 鈥淓m ao menos tr锚s quartos dos desmatamentos, 茅 poss铆vel encontrar um dono ou respons谩vel鈥, diz. Para ele, 茅 preciso fortalecer a莽玫es, como embargar terras com desmate ilegal (o que dificulta o acesso a financiamento), impedir regulariza莽茫o fundi谩ria em 谩reas com desmate irregular e banir produtos de origem irregular do mercado.

Em dados brutos, a Amaz么nia 茅 o bioma com maior territ贸rio afetado: 59% do total. Depois v锚m Cerrado (cerca de 30%), Caatinga (7%), Mata Atl芒ntica (1,8%), Pantanal (1,7%) e Pampa (0,1%). Proporcionalmente, tiveram maior alta em um ano a Caatinga (89%) e o Pampa (92%), mas os resultados sobre o primeiro bioma derivam tamb茅m de melhora na capta莽茫o de dados.

A agropecu谩ria 茅 o principal vetor de press茫o (96,6%) para o desmate. Tamb茅m h谩 perdas ligadas a garimpo, minera莽茫o, expans茫o urbana e usinas de energias solar e e贸lica.

Os eventos de maior porte, em mais de 100 hectares (um km虏), cresceram 37,8% em um ano. A fins de compara莽茫o, o Parque do Ibirapuera tem 1,6 km虏. 鈥淨uando se torna maior, 茅 sinal que a impunidade est谩 perdurando, porque a 谩rea maior 茅 mais f谩cil de detectar e fazer uma a莽茫o鈥, diz Azevedo.

Houve desmate irregular em 2,1% das propriedades rurais (134.318 mil). 鈥淥s outros 98% n茫o desmatam irregularmente, mas sofrem consequ锚ncias do mercado, chuva, aumento de pre莽os da energia (causados pelo dano ambiental)鈥, aponta.

Do total desmatado, 5,3% estavam em 谩reas protegidas, 3,6% em unidades de conserva莽茫o e 1,7% em terras ind铆genas. A 脕rea de Prote莽茫o Ambiental do Triunfo do Xingu e a Floresta Nacional do Jamanxim, ambas no Par谩, s茫o as mais atingidas. Das terras ind铆genas, 40,5% tiveram ao menos um registro de desmate.

SEM PUNI脟脙O

O estudo diz ainda que a maioria dos casos n茫o tem fiscaliza莽茫o e puni莽茫o: embargos e autua莽玫es federais s贸 em 10,5% da 谩rea desmatada, entre 2019 e 2021. A gest茫o Jair Bolsonaro 茅 alvo de cr铆ticas no Brasil e no exterior por enfraquecer 贸rg茫os de fiscaliza莽茫o ambiental. Procurado ontem, o Minist茅rio do Meio Ambiente n茫o comentou at茅 19h30.

Os n煤meros s茫o mais positivos se somados ao crescimento de a莽玫es em parte dos Estados e Minist茅rios P煤blicos, chegando a 27,1% da 谩rea desmatada. 鈥淪e tem algo de positivo em relat贸rio t茫o dram谩tico 茅 que ampliaram as a莽玫es em Estados, seja porque foram mais transparentes, com mais informa莽玫es dispon铆veis, seja por efetivamente come莽arem a aplicar mais em a莽玫es de fiscaliza莽茫o鈥, destaca Azevedo.

FONTE: O ESTADO DE S脙O PAULO

*O conte煤do dos artigos publicados 茅 de inteira responsabilidade de seus autores, n茫o representando a posi莽茫o oficial dos editores e nem do conselho editorial do portal.

馃尦 ACESSE + CONTE脷DOS SOBRE聽馃憞馃徏

NOT脥CIASINSTITUCIONALSUSTENTABILIDADETECNOLOGIA E INOVA脟脙O

ESG聽 聽ENERGIA LIMPA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu coment谩rio!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
23 − 10 =